Conheça os relógios mais caros do mundo | WeWOOD Brasil

Conheça os relógios mais caros do mundo

Publicado: 22/01/2019

Os acessórios como pulseiras, anéis e cordões são utilizados para dar um "toque a mais" no visual de acordo com o estilo e personalidade de cada pessoa.

Já os relógios, geralmente são muito utilizados quando queremos transmitir uma posição de poder e status. Eles podem chamar atenção pelo tamanho e também pela estimativa de valor, sendo partes de coleções ou feitos sob medida.
Sejam quais forem as especificações, alguns modelos têm um investimento altíssimo e conquista colecionadores do mais alto poder aquisitivo.  

Listamos 6 relógios com características bem distintas, onde a única coisa em comum é seu perfil luxuoso e o valor de compra acima dos milhões. Confira!


Piaget Emperador Temple (US$ 3,3 milhões):

  

  

        


O Piaget Emperador Temple é feito com mais de 1.200 diamantes com design semelhante a uma pirâmide. Este relógio é na verdade dois em um, já que seu mostrador com fundo feito de madrepérola da Polinésia fica oculto atrás de uma pequena janelinha inserida sobre uma espécie de pirâmide que também se abre, revelando um segundo relógio interno.


Louis Moinet Meteoris (US$ 4,6 milhões):


 


Louis Moinet Meteoris é uma edição limitada de quatro modelos de relógios que se distinguem apenas pelo mostrador. Tendo em sua composição o fragmento de um raríssimo meteorito lunar Dhofar 459.

O criador deste relógio era um apaixonado por astronomia, por isso os quatro únicos exemplares quando juntos formam um planetário de grande dimensão.


A. Lange & Sohne’s Grand Complication (US$ 5,58 milhões):


       


A. Lange & Söhne é a mais importante marca de relógios de luxo alemã e um exemplo de alta relojoaria.
O A. Lange & Sohne’s Grand Complication faz parte de seu catálogo de relógios de primeira linha. Apesar de parecer uma peça simples, ele conta com 50mm de diâmetro de ouro rosa, mais de 840 peças e um mostrador com calendário perpétuo.


Patek Philippe Henry Graves Supercomplication (US$ 11 milhões):

   

        


Para os apreciadores de relógio de bolso, o Patek Philippe Henry Graves Supercomplication foi criado 1989 em comemoração dos 150 anos da marca de relógios Patek Philippe. Rico em detalhes, o relógio de ouro de 18 quilates apresenta funções como calendário perpétuo, repetidor de minutos, horário do nascer e pôr do sol e um gráfico celestial baseado no céu noturno visto de Nova Iorque. Além de ser um dos relógios mais caros do mundo, é considerado um dos mais complicados relógios de bolso mecânicos já criados.


Chopard 201 quilates (US$ 25 milhões):

     

Um dos mais caros e extravagantes, o Chopard 201 quilates conta com um total de 874 diamantes incrustados: três em forma de coração, 289 em formato de pera, 139 redondos e, para finalizar, 443 diamantes amarelos.

Seu mostrador fica um tanto quanto escondido em meio a tanta riqueza e glamour. Se você acha exagero tantas pedras preciosas, há quem já arrematou em leilão o Chopard 21 Quilates por US$ 25 milhões.


Breguet Grande Complication Marie-Antoinette Nº 160 (US$ 30 milhões):

         


Considerado o relógio mais caro do mundo, o Breguet Grande Complication Marie-Antoinette começou a ser criado pelo relojoeiro suíço Abraham-Louis Breguet em 1782 supostamente a pedido de um amante da famosa rainha francesa. Até a sua finalização, o relógio levou longos 45 anos de trabalho e por isso Maria Antonieta nunca chegou a recebê-lo.

Todo feito de ouro, deixa o intrincado mecanismo interno à mostra, e possui safiras que Breguet usou para reduzir o atrito das peças.

Voltar