E inicia-se um novo ano de consumo

Publicado: 19/12/2019

Escrito por @lorenavonhroch


Passada a temporada das festas e compras de Natal entramos na tão aguardada temporada das liquidações.

Já já as lojas estão estampando em suas vitrines “SALE”, e poucas coisas nos deixam mais felizes do que um descontinho. É realmente uma tentação ver uma peça por metade do preço, logo somos abatidos por um desejo súbito, afinal não é um gasto qualquer, é aproveitar a oportunidade.


Mas é preciso ter muita calma nessa hora ou as comprinhas se tornam uma verdadeira cilada.

Preparamos algumas dicas espertas para te ajudar nessa:

  • Foco: É preciso conhecer o seu guarda-roupas. Ter em mente as peças que você precisa te ajuda muito na hora de garimpar e fazer boas escolhas. Sabe quando você repara que está sem bermuda clara, por exemplo, você não vai perder tempo olhando as escuras ou pior, comprar algo parecido com o que você já tem.
  • Dê preferência a peças versáteis e que se enquadram na sua rotina: Para que investir em um look balada se o seu programa normalmente é um bom Netflix?
  • Compre o seu tamanho: pode parecer um conselho bobo mas não é não. Ok que você se matriculou na academia e fez até promessa para emagrecer, mas comprar uma roupa esperando que vai usar quando perder uns quilinhos é um grande erro. Não é questão de duvidar que você vai conseguir, longe disso, sei que consegue. Mas quando acontecer você tem a opção de fazer um ajuste, sem estresse ou frustração. Até lá você vai desfilar com o look perfeito. Agora, caso o look seja realmente imperdível mas precisa de um ajuste, some o valor do reparo ao valor da peça. Esse será o preço real dela.
  • Combine com o que você já tem: sabe quando você chega em casa e vai se deliciar olhando as novas aquisições mas se surpreende que nada combina com nada¿ Então, especialistas sugerem que cada roupa que compramos deve combinar com pelo menos três que já temos. Novamente, conhecer o seu próprio guarda-roupas é uma ótima ferramenta para compras mais assertivas. Antes de sair por aí passando o cartão de crédito, dá aquela arrumadinha básica no guarda-roupa. Sabendo o que você já tem, monte os looks mentalmente enquanto estiver no provador.
  • Peças atemporais: as tendências mudam a cada estação e queremos acompanhar todas! Um bom desconto pode ser uma oportunidade de testar a modinha da temporada, mas é mais indicado aproveitar o momento para aquisições mais atemporais e versáteis, aquelas que você vai usar em muitas ocasiões ou durante um bom tempo. Uma boa calça jeans não sai de moda, por exemplo. Looks para o trabalho também não costumam mudar muito. Vale lembrar que a indústria da moda é uma das mais poluentes, além de consumir muita água. Para você ter noção, na fabricação de uma única calça jeans são usados onze mil litros de água! Se questione se você precisa acompanhar todas as tendências, ou se aquele look é realmente tão imprescindível.

E termino meu texto com a maior verdade do mundo: Dinheiro bem gasto é aquele utilizado com compras que você usa. O bolso e o planeta agradecem.

Voltar